• SLIDE 1
  • SLIDE 2
  • SLIDE 3
  • SLIDE 4
emagrecimento category image
28 de abril de 2016

Olá xuxulindas e lindos, como vocês estão?

Decidi compartilhar com vocês esse assunto, que de certa forma ainda é tabu, e até mesmo evitado por muitas pessoas. Mas minha intenção é mostrar que esse não deve ser um assunto para se ter medo, mas sim mostrar a importância de se buscar as informações corretas e de conversar sobre TUDO com sua equipe médica… É obvio que toda a nossa expectativa gira em torno dos benefícios dessa cirurgia, ainda mais para os casos onde a obesidade já atingiu níveis que acarretam várias comorbidades e o paciente já somatiza as consequências disso. Mas não podemos nos esquecer de que qualquer cirurgia será um procedimento invasivo, onde outros riscos também estarão envolvidos.

Nessas horas não podemos nos esquecer de que nosso médico e sua equipe serão nossos melhores amigos e aliados durante todo tratamento até chegar na cirurgia, e nenhuma informação sobre nossa saúde, e hábitos, deve ser escondida deles, nenhuma mesmo! Fale para seu médico sobre todas as doenças que já teve, medicamentos que precisou fazer uso, ou que ainda faça uso. Até mesmo caso já tenha sido usuário de algum tipo de droga, lícita ou não, seu médico deverá saber. Muitas substâncias podem permanecer em nosso organismo por longos anos, mesmo que faça tempo que tenha parado de utilizar alguma delas, ela ainda pode estar agindo em seu organismo, e se seu médico estiver ciente disso poderá te encaminhar para exames mais detalhados.

Tudo que for nossa responsabilidade então deve ser feito, ok? Mas fora isso não podemos negar que existem outros fatores envolvidos, e que podem sim oferecer riscos cirúrgicos. A informação será sempre sua melhor aliada durante todo o processo pré-cirurgico, não tenha medo de perguntar sobre tudo, inclusive os riscos, pois assim estará pronto para lidar com essas questões também. Hoje em dia a tecnologia está muito avançada (graças a Deus!) e os índices de casos que apresentaram maiores complicações, ou até óbitos, são baixíssimos, mas ainda assim existem. Alguns dos riscos são inerentes a qualquer tipo de procedimento cirúrgico, como as complicações com a anestesia por exemplo, porém os mais característicos desse tipo de tratamento acontecem no pós-cirúrgico, e são eles:Trombose, Embolia Pulmonar, Complicações Respiratórias e as Fístulas. Como eu já falei e torno a enfatizar, são bem raros os casos de complicações, tanto durante a cirurgia como no pós-operatório, mas precisamos estar informados sim, e precisamos fazer nossa parte sim! O restante a gente entrega pra Deus e confia não é mesmo? Eu abordei esse assunto também em vídeo lá no canal do Youtube onde procurei falar mais detalhadamente sobre o assunto e quero te convidar a assistir ao vídeo agora, se você deseja reunir ainda mais informações é só clicar no play!

Se você assistiu ao vídeo e ainda ficou com algumas dúvidas e gostaria de ajuda, ficarei feliz em tentar ajudar, deixe aqui nos comentários e eu te responderei, ou nos comentários do vídeo, como preferir. O importante é que você busque sempre a informação e jamais dê um passo adiante nesse tratamento se tiver ficado com dúvidas! Então conte sempre comigo!

Até o próximo post e vídeo…

Beijos e queijos!

Compartilhe com os amigos:
Comentários 0

  • 2# Bariátrica: Meu histórico com a obesidade…
  • 1 ano de vida nova! Novidades no canal…
  • Refrigerantes Diet/Light: Mocinhos ou Vilões?!
  • 4# Bariátrica: Exames e Laudos Parte 2 – Engordei!